Acerca de mim

A minha foto
Estaremos seguramente pouco na moda.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

"O editor diz que não publica o livro sem título. Sem conteúdo, sim, já têm feito; sem título, nem pensar."

in O Professor de Latim de Cesário Verde por Jorge Colaço

Para o imaginário popular, o Yeti constitui, não apenas uma criatura prodigiosa e esquiva, mas ainda uma espécie de monstro de antanho, que sobrevive a todas as catástrofes e, de vez em quando, onde menos se espera, lá imprime a sua teimosa pegada.


É esse papel que também nós tentaremos representar , no mundo da edição. Aí onde a quase todos parece deliciosamente pós-moderno o refúgio na literatura de evasão, na deliquescência da auto-ajuda, se não até no simples ixo editorial. A Pegada do Yeti proporá, a um reduzido mas exigente nicho de leitores, um modesto e porfiado trabalho em prol da memória do que fomos(memória histórica, cultural, religiosa, patrimonial, paisagística, etc), e da disponibilização das reflexões de alguns grandes autores, nacionais ou estrangeiros, sobre a realidade de Portugal, do Ocidente e da Humanidade.


Estaremos seguramente pouco na moda. As nossas capas não resplandecerão a quatro cores, não ostentarão imagens sexy, não apregoarão aos quatro ventos que os livros que editamos são a mais indiscutível das obras-primas da última quinzena. Mas em contrapartida prometemos cuidar até onde nos for possível da qualidade dos textos, e propor aos que nos forem seguindo um certo número de obras em que alguém tentou seriamente compreender aquilo que fomos, que vamos sendo, aquilo que poderemos no futuro ser.